Calendário tech 2023: eventos de tecnologia e inovação

Calendário tech 2023: eventos de tecnologia e inovação

Participar de eventos de tecnologia e inovação é importante pois permite que você, aprenda mais sobre as últimas tendências e desenvolvimentos trabalhadas no evento, mantenha o networking com profissionais e especialistas da indústria, desenvolva habilidades técnicas através dos workshops e palestras oferecidos nos eventos, conheça novas soluções e tecnologias, encontre oportunidades de negócios e parcerias, aumente seu conhecimento e perspectivas, estimulando a criatividade e a inovação além de fazer conexões valiosas e construir relacionamentos duradouros. 

Pensando nisso, separamos uma lista com os principais eventos de tecnologia e inovação que irão acontecer no Brasil ao longo de 2023, confira:

ABRIL 

Digital Expo São Paulo 2023 (São Paulo – SP) | 4 e 5 de abril – https://iima.com.br/digital-expo-2023/  

Rio 2C (Rio de Janeiro – RJ) | 11 a 16 de abril – https://www.rio2c.com/  

Gramado Summit (Gramado – RS) | 12 a 14 de abril – https://www.gramadosummit.com/  

ERP Summit (São Paulo – SP) | 25 e 26 de abril – https://www.erpsummit.com.br/  

Empreende SC Summit (Criciúma – SC): 26 e 27 de abril – https://empreendesc.com.br/  

MAIO 

Web Summit Rio (Rio de Janeiro – RJ) | 1 a 4 de maio – https://rio.websummit.com/  

Salvador Startup Summit (Salvador – BA) | 18 a 20 de maio – https://salvadorstartupsummit.com.br/  

JUNHO 

CASE Nordeste (Maranhão – MA) | 01 e 02 de Junho – https://case.abstartups.com.br/  

VTEX DAY (São Paulo – SP) | 5 e 6 de junho – https://vtexday.com.br/  

Viasoft Connect (Curitiba – PR) | 21 a 23 de junho – https://viasoftconnect.com.br/  

Codecon Digital (Online) | 22 e 23 de Junho – https://www.sympla.com.br/evento-online/codecon-digital-2023/1829527  

JULHO 

VidCon (São Paulo – SP) | 7 a 9 de julho – https://www.vidcon.com/sao-paulo/pt/  

Campus Party (São Paulo – SP) | 25 a 30 de julho – https://brasil.campus-party.org/#  

Roadsec (São Paulo – SP) | 15 de julho de 2023 – https://www.roadsec.com.br/   

AGOSTO 

Digitalks Expo (São Paulo) | 23 e 24 de agosto – https://digitalks.com.br/expo/  

Startup Summit (Florianópolis – SC) | 23 a 25 de agosto – https://www.startupsummit.com.br/  

CodeCon Summit 2023 (Joinville – SC) | 25 e 26 de Agosto – https://www.sympla.com.br/evento/codecon-summit-2023/1829544  

FIRE Festival (Belo Horizonte – MG) | 24 a 26 de agosto – https://firefestival.hotmart.com/  

SETEMBRO 

3ª Semana da Inovação de Mato Grosso (Cuiabá – MT) | 19 e 23 de setembro – https://semanainovacaomt.com.br/  

Congresso de Inovação na Indústria (São Paulo – SP) | 27 e 28 de setembro – https://www.congressodeinovacao.com.br/  

OUTUBRO 

Futurecom (São Paulo – SP) | 3 a 5 de outubro – https://www.futurecom.com.br/  

Rio Innovation Week (Rio de Janeiro – RJ) | 3 a 6 de outubro – https://rioinnovationweek.com.br/  

Mercopar (Caxias do Sul – RS) | 17 a 20 de outubro – https://mercopar.com.br/  

10ª edição do Congresso de TI (Online) – 17 a 19 de Outubro – https://www.sympla.com.br/evento-online/congresso-de-ti-10-edicao/1927921  

ELI Summit (Recife – PE) | 23 a 27 de outubro – https://elisummit.com.br/  

Codecon Feature (Florianópolis – SC) | 28 de Outubro – https://www.sympla.com.br/evento/codecon-feature-2023/1829552  

NOVEMBRO 

GO!RN 2023 (Natal – RN) | 03 e 04 de novembro – Site em breve 

Agrobit Brasil (Londrina – PR) | 07 e 08 de novembro – https://www.agrobitbrasil.com.br/  

RD Summit (São Paulo – SP) | 8 a 10 de novembro – https://www.rdsummit.com.br/  

South Summit Brazil 2023 confirma a relevância e seu propósito na segunda edição 

South Summit Brazil 2023 confirma a relevância e seu propósito na segunda edição 

Porto Alegre se despediu do South Summit Brazil 2023 e comemora os números de sua segunda edição. Ao longo dos três dias de evento no Cais Mauá, cerca de 22 mil pessoas passaram por um dos maiores encontros de inovação e empreendedorismo com olhar atento à sustentabilidade e os novos formatos de negócio. Os 22 mil metros quadrados de área do evento, receberam visitantes de 50 países, 3 mil startups, 900 speakers, 150 patrocinadores, 700 jornalistas nacionais e internacionais, 7 mil empresas, mais de 100 fundos de investimento, sendo 30 deles internacionais, cerca de 600 investidores, o que resultou em USD 19 bilhões para investimento disponível para LATAM e USD 123 bilhões de fundos sob gestão.

Todo esse ecossistema gerou um volume de 40 mil conexões e oportunidades futuras de negócios por meio do aplicativo oficial do evento e de mais de mil reuniões agendadas in loco. Outros números que mostram a representatividade do South Summit brasileiro são a presença de mais de 15 mil pessoas nas programações culturais do Night Summit, 3 mil jovens que participaram do South Summit Next Gen, cerca de 3 mil pessoas que estiveram envolvidas em ações sociais e ainda 2 mil startups de 86 países que se inscreveram na Competição. 

“O que estamos conseguindo fazer é que as pessoas se sintam bem e consigam interagir. Tem gente do mundo todo, de mais de 50 países, o que nos ajuda muito, não só no viés de negócios, mas também na mudança de pensamento. Conseguimos integrar mais a cidade nesta edição e fica claro que o South Summit Brazil é mais do que um evento, é uma plataforma de oportunidades. Queremos transformar a vida das pessoas e das startups. Só quem está aqui viveu e pode sentir o que estamos sentindo. Só quem está nessa mesma energia consegue entender a diferença do que estamos propondo”, afirmou José Renato Hopf, presidente do South Summit Brazil. 

O público numeroso que circulou pelos oito palcos e participou das diversas atividades nesta sexta-feira (31/03) se dividiu entre as 284 palestras e debates, em clima festivo e já nostálgico do encontro, que mobilizou a capital gaúcha para respirar inovação, tecnologia e sustentabilidade, que vão reverberar ao longo do ano. Entre os speakers estavam presentes Guilherme Camboim, diretor do Fundo Amanhã; Roberto Marinho Neto, CEO da Globo Ventures; Mauricio Sirotsky, CEO da RBS Ventures e sócio da Maromar; e Gabriela Toríbio, diretora  da Vivo Ventures and Wayra.

Em relação a sustentabilidade, estima-se que, durante os três dias de evento, aproximadamente 20 toneladas de resíduos foram coletados pela Trashin, startup focada em economia circular por meio da gestão de resíduos e na promoção de um impacto socioambiental positivo. Desse total,  foram cerca de 5,4 toneladas de rejeitos, 1,3 tonelada de resíduos compostáveis e cerca de 13,3 toneladas de resíduos recicláveis.

“Queremos ser cada vez mais internacionais. Temos que falar a língua global e lutar juntos por um futuro melhor, comprometidos em disseminar inovação e cuidar do planeta. Toda essa gente que esteve conosco durante os três dias de evento podem ser atores transformadores para construir um mundo novo e ainda mais inclusivo”, destaca María Benjumea, fundadora do South Summit.  

Competição de Startups 2023

Um dos grandes destaques do evento, a Competição de Startups 2023 contou com mais de 2020 inscrições e, entre as 47 finalistas selecionadas, 31 eram brasileiras e 16 internacionais. O anúncio das vencedoras foi realizado na tarde de sexta-feira (31.03) e o desfecho foi emocionante.

“Tivemos muitos projetos relevantes com um potencial de destaque no mercado. Os jurados tiveram uma tarefa difícil para escolher quais seriam as vencedoras, mas com certeza, todas as startups presentes puderam ter o South Summit Brazil como uma vitrine diante de fundos e possíveis investidores. Este ano, tivemos um montante significativo para investimento na América Latina”, ressalta Thiago Ribeiro, CEO do evento no Brasil.   

Conheça as startups vencedoras em cada categoria:  

  • MAIOR DESTAQUE – Airway Shield – dispositivo que facilita a intubação guiando o tubo endotraqueal facilmente para dentro da traqueia e protege os médicos dos aerossóis.
  • MAIS ESCALÁVEL – Alana IA – ferramenta de IA criada para melhorar o relacionamento com clientes. Com ela é possível interagir, engajar e responder aos consumidores de maneira automática, personalizada e humanizada por meio de todos os canais digitais.  
  • MAIS SUSTENTÁVEL – Incentiv Track Winners – plataforma inovadora que centraliza todas as soluções nas leis de incentivos fiscais oferecendo conexão, transparência e engajamento.  
  • MELHOR TIME – Trashin – economia circular por meio da gestão de resíduos e de programas de logística reversa, e que promove um impacto socioambiental positivo.
  • MAIS INOVADORA – Bankuish – um canal de vendas cujo core business é análise de dados para processos de tomada de decisões.

O South Summit Brazil é uma correalização com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, que garantirá a realização em Porto Alegre até 2027. 

2025, o ano que muda tudo | O que podemos aprender com a palestra de Guga Stocco 

2025, o ano que muda tudo | O que podemos aprender com a palestra de Guga Stocco 

2025, o ano que muda tudo | O que podemos aprender com a palestra de Guga Stocco

O Congresso de TI ao longo de seus quase 10 anos de existência já reuniu muitos palestrantes que com seus conteúdos ricos ensinam, conscientizam e colocam luz sobre temas que vão além de tendências. Para pessoas que desejam se manter atualizados sobre o que está acontecendo no mercado, os eventos do Congresso são um prato cheio, pois integram conteúdos teóricos e técnicos extremamente relevantes. 

E quando o assunto é inovação, uma das grandes referências em nosso país é o Guga Stocco, que apresentou em novembro de 2020, na edição especial sobre Trabalho Remoto, a sua palestra Decodificando uma Nova Realidade (Habilidades do Futuro). Nela, Guga aborda questões que têm impactado sobremaneira a nossa forma de viver e conviver no mundo, a partir da premissa “2025, o ano que muda tudo.” 

Se você ainda não assistiu, clica aqui para conferir. 

Dois anos depois da apresentação e a menos de três anos para a chegada de 2025, o que o Guga apresentou segue sendo interessantíssimo e escolhi elencar e comentar alguns pontos que mais me chamaram atenção.

 

Por que 2025 

Quando falamos de mercado de trabalho e até mesmo dos desejos que temos para nossa vida pessoal, precisamos partir do ponto de que não sabemos como o mundo vai estar, porém, para alcançar nossos objetivos, precisamos nos planejar para isso. 

Guga exemplifica bem a teoria ao falar de faculdade. Considerando que geralmente as graduações duram em torno de 3/4 anos, avaliar bem a escolha significa considerar qual a aceitação e demandas que uma carreira na área terá quando você estiver concluindo seu curso. 

Custo marginal de zero 

Esse é talvez, um dos temas que mais me chamam atenção na fala do Guga. De maneira simplificada, o custo marginal de zero, segundo ele, é o resultado de escalar um produto ou serviço, tornando o preço para quem consome e quem oferta, muito mais baixo. 

Como exemplo, ele fala da Netflix, que se considerarmos o valor da mensalidade e o volume de conteúdo ofertado – isso é, se você consome muitos deles durante o mês – paga-se muito pouco, quando comparado à realidade que tínhamos antes do streaming.  

Outro exemplo dado por ele foi sobre um estudo feito na Universidade de Columbia, em Nova York, em que 90 mil carros autônomos substituem 150 mil táxis, devido ao seu funcionamento 24h e agilidade para chegar aos locais, uma vez que se redistribuiria conforme a oferta e demanda. 

De onde vem a inovação 

A inovação vem da compreensão do que você pode ofertar, como você pode ofertar, para quem você irá ofertar e combinar diferentes tecnologias que permitem criar modelos de negócios distintos. E em um mundo cada vez mais digital, em especial pelo que vivenciamos com a pandemia, é importante considerar algo que não dependa exclusivamente do mundo físico. 

Impactos no mercado de trabalho 

O conceito de cobrança por hora, quando falamos de remuneração, já não faz sentido para a realidade que temos. Começamos a migrar para uma proposta de pagamento proporcional ao nível de dificuldade das questões que somos capazes de resolver. Guga inclusive utiliza um tweet do Elon Musk, no qual ele diz exatamente isso.  

Pensar desta forma, nos conduz à percepção de que as negociações para a contratação do que podemos ofertar com nosso trabalho devem considerar também tudo que investimos e seguimos investindo – lifelong learning é a proposta – na criação e aperfeiçoamento de nossos conhecimentos, habilidades e competências.

Inteligência de Dados  

A Inteligência de Dados muda não apenas a maneira como consumimos, mas também o que consumimos, uma vez que permite às empresas trackear e traçar perfis a partir do nosso comportamento. Em consequência, permite também a utilização crescente de automatização, ao estabelecer o que e de que forma ofertar, para que o consumo seja o mais prático e ágil possível. 

Abraçar as transformações 

A convergência de tecnologias é o que gera evolução. Para nos prepararmos para o futuro, precisamos estudar e compreender como combinar as tecnologias que temos, do contrário é impossível antever o que podemos ter no futuro.

++ Leia também entrevista com Ludmilla Rossi sobre O Legado do Trabalho Remoto em 2020. 

Resistir às transformações nos deixa defasados, contudo abraçá-las e descobrir como utilizá-las à nosso favor nos permitirá viver mais e melhor.  

Guga nos deu muito o que refletir, num é verdade? É o tipo de conteúdo que se você assistir mais de uma vez, em cada uma das vezes terá diversas ideias borbulhando em busca de novas conexões e aplicações. 

E aí, o que mais te chamou atenção na palestra do Guga? Me conta nos comentários! 

Para acompanhar outros insights, assine as #CápsulasDaPri, a minha newsletter no LinkedIn.

Especializada em Gestão da Comunicação Integrada pelo SENAC, Priscila Miguel atua em projetos personalizados de Estratégia e Conteúdo para Mídias Sociais.
Apaixonada por cinema e literatura, ela é uma voraz ouvinte de podcasts, referências que se refletem em suas criações recheadas de storytelling